Stregheria,Stregoneria ou Bruxaria Italiana são os nomes dados a Velha Religião ( Vecchia Religione) da região da Itália. Culto Pagão com origens nos velhos Mistérios Etruscos e Egeus. A Stregheria é uma Religião que é formada por diversos Clãs. (Tradições ou Familias), na maioria segue uma linhagem Hereditária e Oculta. O culto Streghe é diverso, mas segue principalmente os ensinamentos da Prima Streghe( Arádia ou Heródia).
A Deusa Diana e o Deus Cornifero Dianus Lucifero.

Total de visualizações de página

Bruxo Callegari - TV Espelho Mágico

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Larvas Astrais

Larvas astrais o que são?



A chamada larva astral tem sido muito confundida com espírito e até com a alma, mas na verdade a larva astral nada mais é que um resíduo de energia em dissolução que se desprende das pessoas após a morte. Essa energia, por imitação mecânica, vai vagar em busca da satisfação dos instintos, as sensações a que estava acostumada quando seu antigo hospedeiro era vivo.
Larva astral é o mesmo que PARASITA .
 Vamos tomar como um exemplo um dependente quimico .
Passou parte de sua vida se entregando ao vício, onde encontrava satisfação e isso o acabou matando.
Ao morrer, algo semelhante (mas não é) a um corpo astral se solta do corpo.
Ainda conserva os contornos mas vai perder a capacidade de conservá-lo.
É um molde de energia pesada, de baixa vibração.



Para tentar prolongar sua existência vai ir em busca da satisfação do que lhe dava prazer quando seu hospedeiro estava vivo.

Vai vagar em busca de um dependente quimico.


Enquanto não encontra, vai perdendo os contornos, de forma que a larva astral do tipo padrão é sempre descrita como uma espécie de nuvem, algo como um "pedaço de neblina" , que vai ficando cada vez mais transparente pois vai aos poucos sendo absorvida pelo telurismo terrestre, até desaparecer.

Ao encontrar alguém com o mesmo perfil do antigo hospedeiro, sempre por imitação mecânica, vai se apegar a essa pessoa, grudando-se em sua aura.



E vai incentivar esse drogado a se drogar cada vez mais, pois, por estar agarrada à aura dele, a larva astral vai conseguir sentir alguns vislumbres das sensações que o drogado está experimentando, e isso dará à larva alguns instantes de prazer, o prazer a que estava acostumada. Convém não esquecer que a larva astral é um parasita, e como todo parasita, vai exaurir seu hospedeiro até matá-lo. 


 No exemplo do drogado, ela vai fazer com que ele busque um "prazer" cada vez mais intenso, por uma razão simples : a larva precisará que as doses do viciado sejam cada vez maiores para que ela possa continuar sentindo.

Mas ela vai lentamente perdendo as forças, pois a existência de uma larva astral é relativamente curta. Mas até que ela tenha sido extinta ela já deixou a sua vítima em um estado tal que sua morte é uma certeza.


E ao morrer, ele desprenderá sua própria larva astral, que também precisará se satisfazer e por sua vez sairá em busca de um hospedeiro, dando continuidade a um ciclo.

Todo tipo de vício atrai larvas astrais, cada uma de acordo com suas necessidades.

Há larvas astrais que encontram prazer no alcool, e por isso se grudam na aura de alcoólatras e os incentivam a beber cada vez mais.


Mas as práticas de magias e rituais descontrolados também são um vício para muitas pessoas. Pessoas que, sem habilitação, de repente se metem com a Magia e passam a fazer dela a sua razão de ser, a transformam em vício.
larvas astrais que são atraídas por isso, pois encontram satisfação em estarem unidas a pessoas assim.


Larvas costumam se manifestar em sessões espíritas mal-orientadas, e enganam os médiuns. São as larvas que costumam se apresentar e pedir sacrifícios de animais em troca da concessão de pedidos.

É que seja qual for o tipo de larva, invariavelmente todas elas se sentem atraídas pelo sangue fresco.


Matadouros, por exemplos, são lugares incrivelmente insalubres, pela concentração de larvas ali. Os vapores do sangue dão às larvas a sensação de vida, e por isso muitas delas enganam médiuns e pedem "oferendas", na forma de sangue de animais, e para dar credibilidade se apresentam usando nomes de entidades que nos seus respectivos panteões são espíritos de luz. Poucas pessoas se dão conta do porque um espírito de luz iria pedir sangue?

Onde houver a possibilidade da satisfação do instinto lá estarão as larvas que se sintam atraídas por esta satisfação. A simples reunião de pessoas mal-intencionadas já é suficiente para atrair as larvas, pois o contato é feito por empatia, ou seja, por afinidade.
 Pessoas más, que vivem desejando o mal para os outros estão sempre cercadas por larvas astrais. São parasitas. É preciso que se livre delas.
Essas entidades do mental e do astral inferiores se alimentam de nossos pensamentos e desejos negativos e destrutivos.



Normalmente são gerados em locais onde há uma Egrégora, ou seja, um ambiente que congrega pessoas que têm um pensamento, sentimento ou atitude característicos, como bares, botecos, bordéis, prostíbulos, cracolândia etc.
Os elementares, também conhecidos como Elementários ou Larvas Astrais, podem ser gerados em nossos lares ou ambientes de trabalho quando se gera um hábito ou pensamento negativo.
Eis alguns tipos de larvas astrais:
  ( Nota-se que os nomes dessas larvas são apenas alegorias para melhor representá-los).
Dracones: formas-pensamento criadas em prostíbulos, bordéis, boates e congêneres.

Íncubos e Súcubos: nascidos de fantasias sexuais, sonhos eróticos e masturbação.
Os íncubos acompanham as mulheres e os súcubos permanecem na atmosfera áurica dos homens. (Não quer dizer que o simples fato de termos fantasias sexuais , praticarmos a masturbação, etc...Gera esse tipo de larva. ..O que gera é a pratica compulsiva ...O que já denota um desequilibrio...Sexo é bom...compulsividade não!)

Fantasmatas: átomos putrefatos desprendidos de cadáveres.
Fixam-se nas pessoas emocionalmente receptivas que visitam cemitérios e/ou que ficam pensando em pessoas falecidas.


Leos e Áspis: Nascem de atitudes ligadas ao orgulho e ira exacerbados, em reuniões de partidos políticos, desfiles militares e discussões que não levam a nada.

Mantícoras e Basiliscos: gerados em atos sexuais desequilibrados, compulsios , repletos de sentimentos não edificantes .


Há muitos outros, como os Vermes da Lua, Caballis e Vampiros, que se alimentam de sangue (locais onde houver mênstruo, matadouros, depósitos de lixo hospitalar etc.), comida apodrecida, casas sujas etc.

Os tenebrosos têm uma infinidade de recursos para atacar de diversas maneiras ao homem:

Os ataques durante o sono geralmente são através dos sonhos intelectuais, emocionais, sexuais, instintivos e motores.

Durante o estado de vigília, através de abordagens fascinações, dependências etc.
Outra forma muito conhecida de ataque dos tenebrosos é através de inimizades, calúnias, intrigas e difamações, que se infundem na mente dos outros, para que estes nos ataquem.

Há uma infinidade de doenças que são provocadas pela ação nefasta de entidades psíquicas. São doenças de tipo imaginárias como impotências sexuais, hipocondrias e até mesmo suicídios.
Vejam que maus hábitos acarretam ao perispirito

Existem diversos tipos de larvas e elementares nocivos tanto no astral como no plano etéreo. Tanto podem ser criações das mentes humanas desregradas, das articulações de grupos trevosos nos planos sutis como habitantes, desses planos, corrompidos pelo que conhecemos como mal (tão subjetivo como relativo).
Muitas larvas assumem a visão clarividente, formas de insetos, que repugnam a maioria das pessoas como: baratas, escorpiões, aranhas, formigas, lacraias e outras seres de formas heterogêneas, mas também de aspecto execrável.
São egrégoras negativas, acumulo de energias densas, que tomam formas que são reconhecidas pelos humanos como asquerosas e pestilentas.


São seres com vida, mas não vida como a temos ou entendemos, entre os espiritualistas e afins chamada vida artificial. A esses seres, são relacionados alguns males que os mesmos causam aos encarnados ao se acoplarem as auras de suas vítimas.

Larvas astrais em formas de baratas são parasitas noturnos.
Reúnem-se em ambientes de energias densas e desequilibradas, locais que sejam escuros, sujos, ou “funcionem” somente à noite e que não absorva luz solar. Alimentam-se das energias humanas a partir dos membros inferiores, provocando perda de energias, cansaço.


Formas aracnídeas são atraídas pelos pensamentos mórbidos emitidos por aqueles que se entregam ao sofrimento, desespero, lamentadores incansáveis e que põem nos outros a culpa de todo seu sofrimento.


As larvas aranhas se alimentam desses fluidos mórbidos, injetando seu veneno fluídico através da aura da saúde.
 Podendo surgir: inflamações energéticas, ulceração e rompimento da estrutura da aura. A integridade do duplo etéreo é rompida, apresentando ruptura e conseqüente perda de energia vital.


As lacraias estão próximas as pessoas que se deliciam com sexo promíscuo.
Sugam as energias sexuais e estimula o hospedeiro a um maior desregramento nessa área. Onde também atuam os súcubos e íncubos. Após, dano causado no duplo podem surgir fisicamente, edemas, inchaços, estado febril, calafrios, tremores, sudoreses, feridas pequenas.


As formigas causam dores de picadas aparentemente inexistentes, mas sentidas pela sua vitima. Localizam-se no duplo etéreo. Provocam também coceiras, resistentes a medicação convencional. Podem causar edemas e eritemas no corpo com causa aparentes ou desconhecidas. Ocorre apresentar-se aos hospedeiros na hora dos tratamentos energéticos como o Reiki. Após a aplicação.

Formas mistas . São criaturas que mesclam características de diversos animais e insetos. Causando sempre asco e repulsa. Geralmente encravadas no duplo na coluna espinhal (Umeral) até o chacra básico. Quando se instalam na parte dorsal do hospedeiro. Na parte frontal são mais comuns na região etérea dos órgãos genitais e no conjunto dos chacras estomago baço, fígado.

Vale ressaltar que a presença de parasitas na região sexual nem sempre está ligada a atividades dissolutas. Pessoas que ainda jovens não se relacionam sexualmente, têm essa região super carregada de energia sexual não resolvida ou não sublimada, podem atrair vampiros energéticos.

Fonte:ongfraterna.blogspot.com

2 comentários:

Vídeos

Loading...