Stregheria,Stregoneria ou Bruxaria Italiana são os nomes dados a Velha Religião ( Vecchia Religione) da região da Itália. Culto Pagão com origens nos velhos Mistérios Etruscos e Egeus. A Stregheria é uma Religião que é formada por diversos Clãs. (Tradições ou Familias), na maioria segue uma linhagem Hereditária e Oculta. O culto Streghe é diverso, mas segue principalmente os ensinamentos da Prima Streghe( Arádia ou Heródia).
A Deusa Diana e o Deus Cornifero Dianus Lucifero.

Total de visualizações de página

Bruxo Callegari - TV Espelho Mágico

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

A Selenita Mulher Extraterreste encontrada na Lua em uma Vimana - Veículo Estelar




A SELENITA


por Viewzone.com

Esta é uma história que tem circulado na Web desde 2007. É bastante surpreendente e fico espantado por não ter recebido mais atenção. Penso que muitos editores imaginaram que era demasiado absurda para ser verdade.
Para ser honesto, pensamos que era uma fraude até que um dos membros do viewzone decidiu procurar  excertos do filme no site da NASA, e notou que havia duas imagens disponíveis do objecto, (tiradas de ângulos diferentes) e fez uma composição a 3 D. Os resultados estão no fim desta página. Embora não estejamos confiantes no vídeo e nas imagens da entidade alienígena (o corpo de mulher), estamos surpreendidos que as imagens e dimensões mostrem um verdadeiro objecto na superfície da Lua.
Se têm os óculos vermelhos e azuis para 3 D, poderão ver a nave especial com muita nitidez. Não há muitas dúvidas que é uma nave espacial – ou isso ou um submarino? – Mas deixamos isso ao critério dos leitores.

Origem da história
O relato chegou até nós de um homem que afirma que fez parte de uma missão especial da NASA:
William Rutledge está reformado e agora vive em África. Surgiu recentemente para revelar alguns factos espantosos sobre o seu envolvimento com a NASA nos anos 70. Rutledge afirma ter trabalhado pelo menos em duas missões à Lua, incluindo a missão falhada da Apollo 19, e da Apollo 20, que diz ter sido lançada em Agosto de 1976 da Base da Força Aérea de Vandenberg.
Segundo Rutledge, ambas estas missões eram "missões Espaciais classificadas conjuntas" resultantes da colaboração entre o governo dos Estados Unidos e o governo Soviético. Não aparecem em nenhum registo das missões da NASA e, se for verdade – por boas razões.
O objectivo dessas missões era investigar um grande objecto no lado oculto da Lua, na região Delporte-Izsak, alegadamente descoberto e fotografado durante a missão Apollo 15. O objecto, que se assemelha vagamente a um caça "Asa X" como é visto nos filmes da Guerra das Estrelas, foi tomado por uma  (nave espacial) que se tinha caido ou que foi abandonada na Lua em tempos antigos.



Qual é o tamanho desta nave? Graças ao site ramistrip.com, temos um gráfico para demonstrar. Quando dizemos "enorme" realmente precisamos de outra palavra porque esta não descreve esta nave. Deixo que a fotografia fale por si!
Compare com o tamanho da Torre Eiffel ou do naviu Queem Mary II.

Imagens, e mesmo vídeos dessa nave apareceram na web, e foram popularizadas por investigadores como Richard C. Hoagland durante os últimos anos.



O corpo recuperado de uma mulher EBE -(extraterrestrial biological entity = entidade biológica extra terrestre ).

Rutledge afirma que eles (juntamente com o cosmonauta Soviético Lexei Leonov) aterraram um módulo Lunar (de fabrico Russo) perto da nave alienígena e entraram nela. Certos artefactos foram descobertos e recuperados, incluindo dois corpos pertencendo aos alegados "pilotos. Um estava em excelentes condições e parecia ser uma mulher. Um segundo corpo estava demasiado deteriorado e a cabeça foi recuperada. A mulher foi apelidada de "Mona Lisa".

"Fomos ao interior da nave especial enorme, e também de forma triangular. A parte mais destacada da exploração foi a seguinte: Era uma nave espacial, muito antiga, que cruzou o universo pelo menos a um bilião de anos ( 1 bilião e meio foi o tempo estimado). Haviam muitos sinais biológicos dentro dela, restos antigos de vegetação na secção do "motor", rochas triangulares especiais que emitiam "lágrimas" de um liquido amarelo que tinham propriedades medicinais e, certamente, de criaturas extra solares. Encontramos restos de pequenos corpos (10 cm) a viver numa rede de tubos de vidro, em toda a nave, mas a principal descoberta foram dois corpos, um intacto.

A "City" como foi chamada na Terra e registada como estação um, mas que parecia ser verdadeiro lixo espacial, cheia de cortes, partes de ouro, só uma construção parecia intacta (chamamos-lhe a Catedral). Fizemos fotos de peças de metal, de tudo o que mostrava caligrafia, exposto ao sol. A "City" parece ser tão antiga quanto a nave, mas é uma parte muito pequena. No vídeo pirata, as lentes das teleobjectivas tornam os artefactos maiores.



Não me lembro quem deu o nome à mulher, se foi Leonov ou eu – era uma EBE (extraterrestrial biological entity = entidade biológica extra terrestre ) intacta. Humanoide, fêmea, 1.65. Com órgãos genitais, cabelo, seis dedos. Função: piloto. Aparelhos de pilotagem fixados aos dedos e aos olhos, sem roupas, tivemos de cortar dois cabos ligados ao nariz. Sem buracos nas narinas. Leonov retirou os aparelhos dos olhos (pode ver no vídeo). Concreções de sangue ou de liquido que surgiu e congelou na boca, nariz, olhos e em algumas partes do corpo. Algumas partes do corpo estavam numa condição excepcionalmente boa, (cabelo) e a pele estava protegida por uma fina camada transparente. Como dissemos para o controlo da missão, o estado vital parecia nem morto nem vivo. Não tínhamos conhecimentos nem experiência médica, mas Leonov e eu aplicamos um teste, aplicamos o nossos equipamento biológico ao EBE, e a telemetria recebida pelo cirurgião (Médicos de Controlo da Missão) foi positiva.

Isso é outra história. Agora, algumas partes podiam não ser credíveis, prefiro contar a história toda quando estiverem outros vídeos online. Esta experiência foi filmada em LM.

Encontramos um outro corpo, destruído, trouxemos a cabeça para bordo.
A cor da pele era azul acinzentada e azul pastel. A pele tinha alguns pormenores estranhos, debaixo dos olhos e na testa, uma banda à volta da cabeça, sem qualquer inscrição. O "cockpit" = cabine de comando estava cheio de caligrafia em forma de tubos longos semi hexagonais.
Ela está na Terra e não está morta, mas prefiro publicar outros vídeos antes de dizer o que aconteceu depois." Entrevista de William Rutledge ( em Inglês).


Foram encontrados na face da mulher alienígena tubos estranhos.
Foram removidos mais tarde e o seu corpo oi inspeccionado e filmado a bordo do Módulo Lunar.
O vídeo está disponível no YouTube.


Também foram encontradas amostras do que parece ser escrita.


Conclusão da Viewzone
Se bem que o vídeo e a história possam parecer ser um embuste, o objecto que foi fotografado pela Apollo 15 é completamente real. Não é uma descoloração da superfície, um artefacto ou uma cratera estranhamente iluminada. A fotografia a 3 dimensões mostra claramente a forma e a posição deste objecto tão pouco habitual.

Em baixo, tomamos duas imagens publicadas da missão Apollo 15 e misturamos para formarem uma imagem a 3 dimensões. Para ver com exactidão necessita de um par de óculos de 3 dimensões (vermelho na lente esquerda e azul na direita. O que é isto?












Um comentário:

  1. Ao proprietário deste blog, meus cumprimentos pela excelente criatividade do mesmo e currículo das artes místicas. Com respeito ao assunto da selenita em especial e como ufólogo há mais de 40 anos (tenho 65 anos), tenho a dizer, que pratico uma Ufologia com bastante seriedade e principalmente cautela, visto que muita informação atualmente na Internet, é fraudada. Mesmo uma investigação minuciosa em casos mostrados como esse, carecem de legitimidade na origem, se bem que as fotos da gigantesca nave acidentada e em ruínas na Lua, não se pode negar sua autenticidade, pois esta prova já está em alguns vídeos de renomados colegas ufólogos, por este brasil que fizeram um magnífico trabalho de investigação na NASA. A criatura bem conservada, impressiona e embora acho credível o vídeo, fico a esperar que haja maiores manifestações que venham a público, com mais dados a completar e a ratificar o testemunho dos astronautas. Atenciosamente. Nelson (nelsoluiz@terra.com.br)

    ResponderExcluir

Vídeos

Loading...