Stregheria,Stregoneria ou Bruxaria Italiana são os nomes dados a Velha Religião ( Vecchia Religione) da região da Itália. Culto Pagão com origens nos velhos Mistérios Etruscos e Egeus. A Stregheria é uma Religião que é formada por diversos Clãs. (Tradições ou Familias), na maioria segue uma linhagem Hereditária e Oculta. O culto Streghe é diverso, mas segue principalmente os ensinamentos da Prima Streghe( Arádia ou Heródia).
A Deusa Diana e o Deus Cornifero Dianus Lucifero.

Total de visualizações de página

Bruxo Callegari - TV Espelho Mágico

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Defesa Psiquica

Algumas pessoas dizem que não acreditam em feitiços, acreditando que com isto estarão fora do alvo de ataques energéticos. Infelizmente ninguém está a salvo do stress, da raiva, de preocupação, do cansaço por excesso de atividade ou responsabilidade. Pois nestes momentos de desequilíbrio emocional é quando o sistema imunológico diminui e afina sua aura. A aura, que é a proteção espiritual do corpo físico, de vez em quando fica débil, fina e esburacada, cheia de manchas. É justo nestas horas que os ataques psíquicos podem tornar sua vida um calvário. A inveja, segundo os árabes e os ciganos, é tão letal como o veneno de uma víbora. Inclusive existem estudos que medem a frequência de onda de um olhar ou pensamento "envenenado", quando se pode detectar um tipo de energia extremamente maléfica. Emitimos ondas físicas quando pensamos, não só quando falamos. Portanto uma emissão de pensamento negativo, quando direcionada a uma pessoa cansada ou mais sensível pode ser extremamente daninha. Estar consciente de que existe o bem e o mal, independente de que você não faça maldade a ninguém, é uma forma de estar atenta a certos sintomas que indicam que você está com algum malefício. Especialistas explicam que o principal sintoma sentido por alguém que está vivenciando um ataque psíquico é uma mudança radical de comportamento, ou seja, uma pessoa amável, simpática, dócil, pode se tornar seu oposto. Ela muda totalmente seu modo de vida, sem uma razão aparente para tal: abandona os amigos e familiares, tem pesadelos freqüentes, sente sono constantemente, perde a libido, quer ficar sempre sozinha, não quer sair para passear ou se divertir. A pessoa também pode, inesperadamente, sentir-se deprimida ou extremamente exausta. Nesse caso, deve-se atentar para não confundir exaustão energética com cansaço físico. Esses ataques podem ser emitidos tanto por pessoas encarnadas quanto por seres espirituais, que agem como verdadeiros vampiros que sugam as energias de outrem.Portanto, atentem-se para as suas companhias, mantenham-se sempre vigilantes, para não permitirem que essas forças os peguem desprevenidos. É realmente não deixar que o inimigo adentre o nosso espaço sagrado para destruir as nossas forças vitais. Também não devemos criar condições de afinidades com essas energias, a fim de que não sejam atraídas para perto de nós.
Quero ressaltar, ainda, que existe no Universo, e a física comprova essa realidade, a lei de Ação e Reação. Portanto, antes de ao menos pensar em enviar um pensamento negativo contra seu semelhante, lembre-se de que existe um espelho à sua frente e que o primeiro a receber de volta essa vibração será você; ódio vai, ódio vem. E se, ao contrário, você perceber que algo de estranho está lhe acontecendo, como sentimentos destrutivos que não lhe são afins, rebata-os, imediatamente, dizendo: “Este pensamento não me pertence. Que ele volte para o seu legítimo dono”.
Mas como identificar quando estamos sendo atacados? Na maioria das vezes sem saber nos defender ou renovar nosso campo energético fortalecendo-o, acabamos criando um sistema de ataque x agressão, visando nossa defesa. Ao sentirmos que nos sugam energeticamente criamos uma aura porco espinho que é uma forma de defesa x sugação. Tornamos nosso campo áurico carregado de cor escura. As pessoas que sugam nossa energia o fazem:
através de um toque, com o qual nos sentimos mal;
nos agridem com palavras; nos olham com olhar de peixe morto, olhar vazio ou vidrado, olhar de sugação, passam a impressão que estão fora de si ou em consciência alterada, podem ser pessoas com problemas sérios, drogados, traumatizados ou mesmo problemas mentais e psicológicos, essas pessoas estão desligadas de sua fonte de sentimentos e não se abastecendo, buscam sugar os outros.
A sucção oral... a pessoa fala em excesso, não nos dando tempo para pensar, tentando nos convencer de seu ponto de vista, contando seus problemas, sua fala é tediosa e vamos sentindo uma canseira;
A sucção visual, a pessoa nos olha como se fosse um aspirador, a sensação deste olhar é que ela nos penetra e nos deixa vazios ou nus. pessoas masoquistas, pessimistas e que vivem apenas se queixando ou se lamentando de tudo.
A sucção verbal, através da palavra nos agridem ou nos ofendem, também conseguem nos humilhar, devemos nos cuidar para não entrar no ataque, pois é este o objetivo latente do agressor, e se nos dispusermos a discutir, despendemos mais forças e é isso que ele precisa e quer, mais energia.
explosões de raiva ou ataques histéricos, é o agredir e esvaziar, desta forma criam uma espécie de defesa e vão desgastando os outros. Os ataques psíquicos podem ser causados por agentes físicos ou não... pessoas inimigas, invejosas, elas elaboram uma energia com o pensamento com a qual podem atingir suas vítimas. Vale ressaltar, que estes ataques não precisam necessariamente serem propositais. Em geral, por mais dominadoras e possessivas ou dominadoras essas pessoas possam ser, normalmente são pessoas carentes e que desejam e merecem, sobretudo, afeto e atenção. Quando você se sentir extremamente sobrecarregado, encoste-se de costas à uma árvore e a abrace "por trás" e fique assim por alguns minutos, o suficiente para sentir-se melhor, não exceda muito tempo, você pode ter uma descarga excessiva e sentir-se fragilizado; Ao contrário, quando você se sentir esgotado, cansado, exausto, triste, melancólico, deprimido, sem forças... abrace a árvore de frente... por alguns minutos, não muito também, se caso exceder o tempo e vier a ter febre ou qualquer outro sintoma desconfortável, tome uma ducha rápida, fria. Enquanto abraça a árvore, Sinta seu chakra cardíaco inflando de energia amorosa e carinhosa, sinta-se fortalecido e energizado, com capacidade indefinível de amar e aceitar as coisas individualmente, sinta o poder do amor da Natureza e do seu próprio AMOR A SI MESMO; Você também pode andar com os pés descalços e fortalecer seus laços com a Terra (na areia da praia, na grama de casa, do parque, na terra, qualquer lugar, desde que seja solo nu, sem piso ou qualquer outro revestimento artificial ou sintético - o que pode aumentar ainda mais sua energia estática e te proporcionar ainda mais irritação e nervosismo - por ex.: carpete), trocando energias através dos seus chakras secundários dos pés que levam energia diretamente para seu chakra básico, esse é seu contato de equilíbrio com a vida e o momento. Quando você se harmoniza através do contato dos pés com o Solo nu, você se sente a vontade na vida, sente força nos seus objetivos e vontade de viver, além de alimentar seu "instinto natural"; O contato com a Natureza, não é apenas "olhar" ou passear no parque ou qualquer que seja o local escolhido, mas sim: SENTIR, VER E OUVIR o que ELA está nos passando. Estar conectado verdadeiramente e inteiramente. Não passe despercebido pelas belezas e presentes que Ela te oferece a todos os momentos e todos os dias. Quando se propuser a andar no solo com os pés descalços, sinta, leve sua consciência para este contato. Quais as sensações despertadas, analise e entregue-se a esse momento único. Quais as recordações que são afloradas, quais as sensações despertadas, qual a temperatura do solo, dos seus pés, qual a textura, como você sente o atrito e o movimento... Perceba também o céu, ouça o vento, veja as flores, as árvores... Inspire profundamente o dourado do Sol, o verde das plantas, o azul do céu... Inspire cada cor uma de cada vez, imagine como se essas cores associadas às paisagens, pudessem ser sorvidas pelo nariz e absorvidas pelo seu corpo, indo para cada célula e deixando cada célula com aquela cor. Faça isso com uma cor de cada vez. Sinta o Sol, que te aquece, e as vezes até em excesso - o que as vezes pode causar em você uma certa "revolta" porque "- estou morrendo de calor!-" , até o frio, que proporciona um aconchego e que as vezes é intenso e você diz: "- ah! eu odeio o frio!-", lembre-se que cada uma das estações traz uma etapa nova, um novo ciclo, um novo momento, são bem marcados para justamente nós "vermos" e podermos "acompanhar" essas transformações... mas o que realmente acabamos por fazer? Reclamando do frio e querendo calor no inverno e reclamando do calor e querendo frescor no verão???!!! A contradição é mais uma das peculiaridades do homem nos últimos tempos... O que você QUER DE VERDADE??? Qual seu VERDADEIRO ANSEIO? Se você conseguir responder a estas questões, terá já meio caminho andado em direção à felicidade e realização! Pense nisso enquanto caminha e se conecta com o amor da Natureza! ATAQUES DIRIGIDOS Da mesma forma que o ataque energético pode ser efetuado sem a percepção consciente do agressor ou mesmo do agredido, também pode ocorrer o ataque dirigido. O mais interessante destes ataques é que eles têm uma peculiaridade: "parecem que vêm de fora". E de fato, pode ser isso mesmo. Com o claro objetivo de absorver, nutrir-se ou repelir, obsessores encarnados e desencarnados podem agir: 1) ATAQUE MENTAL: O ataque mental é aquele que age diretamente nos nossos pensamentos e/ou se aproveitam dele (o que eu particularmente acredito mais). Por exemplo: se você está passando por um momento delicado em sua vida e tem coisas que estão mal resolvidas ou ainda coisas que podem ou não dar certo. O Obsessor age favorecendo seus pontos fracos. Aproveita-se de sua insegurança ou de seu medo nutrindo negativamente seus pensamentos a tal ponto, que de fato, as coisas acabam dando errado. Mas na verdade elas não deram errado por causa disso ou por causa daquilo, ela acabou dando errado simplesmente porque você acabou por ficar tão envolvido energeticamente com aqueles "medos" que atraíram energeticamente todo e qualquer processo vibratório de mesma intensidade, seguindo uma ordem natural de familiaridade energética. Isto é: você foi responsável, de uma forma ou de outra, pelas coisas que você atraiu. Aí você pode perguntar: - ah! Mas e o Obsessor que me "persegue" (esses 'encostos') ??? - o obsessor se aproveita da energia que você está despendendo em maus pensamentos - porque ele também é responsável pela própria condição e precisa se nutrir de alguma forma. E então ele te encontra... num rodamoinho de pensamentos... e vários deles justamente como os que ele precisa, ou como ele mesmo os têm. Como efeito deste tipo de perturbação, pode-se exemplificar: ruminação mental, pensamentos repetitivos, pensamentos negativos, pessimismo, insônia ou excesso de sono, pesadelos, irritação sem causa aparente, falta de concentração, mudança repentina de humor, depressão, tristeza profunda, etc. O nosso campo áurico, revela através de sua cor e de seu tamanho o nosso estado energético, porém apenas naquele dado momento em que se está fazendo a análise, ou no momento em que um vidente a encontra. Sofremos alterações energéticas a todos os momento e por isso é muito importante a vigia constante e principalmente o auto-conhecimento para sabermos interpretar e saber o que está acontecendo conosco em determinado momento. O pensamento produz energias que podem ser positivas ou negativas. A bondade, o amor, a harmonia erguem naturalmente proteções e defesas em nosso campo áurico. Simplesmente pelo fato de que não nos atinge aquilo que não está vibrando no nosso nível. Não faria sentido se eu explanasse esses pontos sem pelo menos sugerir alguma defesa. Primeiramente, é totalmente imprescindível vigiar e cuidar daquilo que pensamos e principalmente de COMO pensamos, temos que estar atentos às nossas reações e aos nossos comportamentos e sensações.
2) ATAQUE EMOCIONAL O ataque emocional é aquele que age diretamente em nossas emoções. O obsessor, percebendo ou não sua susceptibilidade aos pensamentos, parte então para o ataque emocional de forma a desestruturar as emoções, envolvendo seus sentimentos com rancor, repulsa, ódio, desconfianças, etc... Por exemplo: Você encontra seu namorado(a) e ele lhe diz que se atrasou por algum motivo. Logo, o obsessor vai se aproveitar desta situação para enriquecer sua imaginação, despertando sentimentos de ciúmes, desconfianças e raiva. Mesmo que a pessoa em si lhe dê bons motivos e que você normalmente acreditaria, principalmente porque confia e ama esta pessoa, vai acabar sendo inundado por sentimentos que parecem vir de fora. E então você se pega discutindo e brigando até mesmo sem motivos, levado apenas por emoções negativas e que de fato você nem saberia explicar de onde veio. Esses ataques provocam discussões, mal entendidos, dificuldades financeiras, perda de emprego, etc... Em seguida você acaba dominado por sentimentos de culpa, e transforma-se num círculo vicioso. A maneira adequada a se proteger desses ataques é a mesma do ítem anterior. Estar atento e se conhecer bem. Saber exatamente quais são seus sentimentos e perceber as influências quando elas estão tentando se infiltrar nas lacunas que nós deixamos. 3) ATAQUES FÍSICOS: Os ataques físicos são diretos, simples e objetivos. Normalmente utilizados por obsessores brincalhões ou que querem chamar a atenção de qualquer jeito. uma vez que você, supostamente, não permitiu seu acesso através de seu campo áurico. Então começam as brincadeiras. Mexe em cortinas, tropeções e outros pequenos incidentes. O básico é tentar compreender o que esse incidente tem a lhe dizer. Tente compreender seu ritmo e seu caminho. Fique atento a todos os detalhes possíveis, mas não impressione-se com esses fenômenos, se podemos chamar assim. Dirija um pensamento amoroso e o distancie de seu círculo. Você não pode ajudá-lo, existem lugares próprios para isso, então peça que ele encontre um mentor iluminado e que o acompanhe. Não fique prisioneiro dos obsessores. Liberte-se. Por mais fenômenos que eles queiram mostrar seu poder, nenhum deles é suficiente forte para te atingir, a menos, lógico, que você permita. Acredite em você, acredite na força impulsionadora do Universo, independente de religião, é importante você acreditar num Ser superior, acredite nele, tenha fé e pratique, faça sua parte, que o Universo faz o restante. AUTODEFESA PSÍQUICA Você já deve ter se sentido fraco ou incapaz de se concentrar diante de uma certa pessoa. Essa situação as vezes pode acontecer com algum amigo com problemas, ou até mesmo constantemente com uma certa pessoa que não tem aparente motivo para "sugar" sua energia. É importante saber agir em situação que você sente sua energia saindo sem seu consentimento. Muitas vezes não se tratam de vampiros energéticos ou criaturas "malignas", e sim pessoas susceptíveis a energias. Segue abaixo um texto de como evitar discretamente que sua energia saia de seu corpo. Fique de lado, de forma a não ficar diretamente de frente para a pessoa e, quando encontrar o olhar fixo, concentre-se apenas do olho esquerdo da pessoa. Cruze as pernas ou pelo menos os tornozelos, cruze os braços e mantenha-se cruzados se possível na parte superior do abdômen. Fala ligeiramente para o lado e, quando não estiver falando, fique com a boca fechada e com a cabeça levemente inclinada para a frente. No conjunto, essa é uma "autodefesa psíquica" muito discreta que pode ser usado em qualquer lugar sem chamar atenção. O bom senso, sem dúvida, é evidente. Você não deve se relacionar diretamente com a pessoa da qual está se defendendo, na sua posição corporal. Com relação ao olho esquerdo da outra pessoa, você não deve estar receptivo a qualquer sugestão mental para mudar sua postura: o olho direito é o dominante. Se você se concentra no olho esquerdo da pessoa que está a sua frente (ou seja, o olho que está a frente para seu olho direito!) você não poderá ser facilmente dominado e também ninguém dirá que você está evitando o olhar. A região "astro-sensitiva" da parte superior do abdômen também é bem protegida. Imagine sua força mental bloqueando ou segurando o olho esquerdo da outra pessoal. Isso irá formar um incrivel escudo de força mental, que agirá como um sua defesa psiquica .
Alguns chamam essa técnica de "Escudo do Seraphin".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos

Loading...