Stregheria,Stregoneria ou Bruxaria Italiana são os nomes dados a Velha Religião ( Vecchia Religione) da região da Itália. Culto Pagão com origens nos velhos Mistérios Etruscos e Egeus. A Stregheria é uma Religião que é formada por diversos Clãs. (Tradições ou Familias), na maioria segue uma linhagem Hereditária e Oculta. O culto Streghe é diverso, mas segue principalmente os ensinamentos da Prima Streghe( Arádia ou Heródia).
A Deusa Diana e o Deus Cornifero Dianus Lucifero.

Total de visualizações de página

Bruxo Callegari - TV Espelho Mágico

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Hel, Hela ou Hell é a Deusa da Morte!


                            Hel, Hela ou Hell  é a Deusa da Morte!




  Na mitologia nórdica, Hel, Hela ou Hell é filha de Loki e da gigante Angrborda.
Hel foi banida por Odin para o mundo inferior que recebeu seu nome, Helheim, que fica nas profundezas de Niflheim. Helheim fica às margens do rio Nastronol, que equivale ao rio Aqueronte da mitologia grega.

Hel é a deusa da morte. De seu salão, Eljudnir, ela reina sobre os que morreram por doenças, velhice ou pena capital. Em seus domínios, o poder de Hel é tal que ela pode desafiar outros deuses, inclusive Odin.



 Ela foi descrita como tendo metade do corpo de uma mulher viva linda e amável  e a outra metade, de um cadáver. Seu trono era conhecido como a "cama do enfermo". Seu reino é intransponível, sendo guardado por diversas feras como o gigantesco cão Garm, o dragão Nidhogg (que rói as raízes do Freixo Cósmico Yggdrasill incansavelmente.), entre outros.



A personalidade de Hel difere das dos deuses do mundo inferior das demais mitologias: 
Ela não é boa e nem má, simplesmente justa como a morte.
Posteriormente, os cristãos adotaram Hel e seu domínio de sofrimento eterno como o nome do local para onde iam os condenados (Hell, em inglês).Ou Inferno.


Prose Edda

Gylfaginning capítulo 34

Descreve que o deus Loki, teve 3 filhos Fenrir o lobo com uma fêmea jötunn (giganta) chamada Angrborda, localizado na terra de Jötunheimr; a serpente Jörmungard, e uma mulher Hell.
Hela - na mitologia nórdica, é filha de Loki e da gigante Angrborda, irmã mais nova de Fenrir e da serpente de Midgard



Odin enviou os deuses para capturarem as crianças e trazê-las a ele. Assim que elas chegaram, Odin jogou Jörmungard a serpente "no mar profundo que cobre todas as terras", e então jogou Hela em Niflheim, e deu a ela a autoridade sobre os Nove Mundos. E a Fenris o lobo prendeu com uma corda mágica.


Hela nasceu em Jotunheim, lar dos gigantes de gelo. Segundo a lenda, ela é filha de Loki, o deus da trapaça, e da gigante Angurborda
Quando atingiu a maioridade, Odin nomeou-a Deusa da Morte, dando-lhe domínio sobre os mortos nos reinos de Hel e Niffleheim.
Hela muitas vezes tentou expandir seu poder sobre os mortos que habitam no Valhalla. Essas tentativas, muitas vezes puseram-na em conflito com Odin e Thor. Uma vez ela apareceu diante de Thor quando ele estava à beira da morte, após 
enfrentar gigantes de Jotunheim.



Mais tarde, ela roubou um corpo astral da alma de Odin, enquanto ele estava no Mar da Noite Eterna entregando-o a Loki, criando a entidade Infinito, a qual Hela liberou sobre o universo. Infinito assumiu o controle de Odin. Hela matou Thor, mas ao fazê-lo foi morta por Odin para salvar Thor, mas depois foi ressuscitada pelo soberano de Asgard após este ser convencido pelo filho a restaurar o equilíbrio natural da vida e da morte. 
Hela matou Thor, mas restaurou-lhe a vida após a oferta de Sif para morrer em lugar de seu amado.



Ela lutou contra Plutão pelo direito de reclamar a alma de Odin, que havia sido morto por Mangog. 
Como resultado, Hela restaura a vida de Odin para evitar novas investidas de Plutão. 
Algum tempo depois, Hela confronta Thor e Odin. 



Ela, então, conspira com Loki para trazer o Ragnarok matando o deus Balder e em seguida, atacando o reino eterno. 
Ela convocou o espírito de Volla antes deste contar a Loki sobre o Ragnarok.
Hela, em seguida, convocou as as Valquírias para ajudar em uma guerra contra Ollerus. 
Hela foi então forçada a participar de uma conspiração de Loki e Tyr contra Odin aliando-se a outros arautos da morte. 
Como resultado, foi destruída e devorada juntamente com outros deuses da Morte por Demogorge, o Devorador de Deuses, mas teve a vida restaurada com a derrota deste.

Aliada depois a Malekith, Hela aprisionou as almas dos mortais da Terra em Hel usando uma comida especial das fadas. 
Em seguida, ela apareceu em Asgard para reclamar a alma de Odin, sendo rechaçada por Thor. Hel foi então invadido por Thor, Balder e as Valquírias para resgatar as almas cativas dos mortais e tal atitude resultou num confronto entre Thor e Hela, que conjurou um exército de mortos para impedir que Thor fugisse de Hel.



Aviltada pela invasão de Thor ao seu reino, Hela lançou sobre ele a maldição da vida eterna ao mesmo tempo que tornou seus ossos frágeis e quebradiços, deixando-o incapaz de morrer não importando a extensão dos ferimentos.
Por conta da gana em capturar a alma de Thor ela confrontou Mefisto. Com a ajuda dos anões ferreiros de Asgard, Thor havia criado uma armadura especial para manter seu corpo coeso, até que em um novo confronto Hela revogou a maldição temendo o estrago que Thor, causaria em Hel sendo que os ossos de Thor foram pulverizados numa batalha anterior que matou Jormungand, a serpente do mundo, forçando Hela a restaurar o corpo, a vida e a saúde de Thor numa tentativa de separá-lo da aramadura.
Periodicamente, Odin entra em um sono mágico a fim de recompor os seus poderes. 
Foi durante um desses períodos de repouso que a mesma urdiu um plano ao corromper as Valquírias física e mentalmente, transformando-as em demônios de fogo. Hela forçou o anões Eitri a forjar uma poderosa espada uru.



Poderes e habilidades

Hela possui os atributos próprios dos asgardianos: força sobre-humana, velocidade, resistência, agilidade e durabilidade. Quando veste o manto, Hela tem super força e resistência como todos os asgardianos, mas ela é muito mais forte que a grande maioria de sua raça. Não envelhece como os seres humanos e é imune a todas as doenças terrestres e venenos possuindo grandes poderes de feitiçaria herdados de seu pai Loki.



Hela tem vastos poderes místicos que pode usar para vários efeitos, como a projeção astral, sem limites, mantendo muitos dos seus poderes e habilidades, disparo mortal de energia a partir de suas mãos, que pode matar até mesmo asgardianos, levitação, e criação de ilusões. Sua habilidade mais poderosa é a Mão Gloriosa, técnica que usa a energia mística para aumentar a força de seu soco tornando-o capaz de matar até mesmo um asgardiano.



Como uma Deusa da Morte, Hela tem um pacto com a Morte, permitindo-lhe tomar a alma de qualquer adorador de asgardianos e levá-la para Hel ou Niffleheim, bem como poder para viajar quase a qualquer lugar dentro da Nove Mundos em um instante. Embora seu toque seja fatal para mortais e ela seja capaz de roubar-lhe as almas, ela geralmente não reclama as almas dos heróis mortais, deixando essa tarefa para as Valquírias, que levam-nas para Valhalla.


 Hela geralmente se dispõe a esperar até que uma pessoa morra antes de reivindicar sua alma, mas ela pode matar um humano saudável ou mesmo asgardiano com o seu "toque mortal". Hela também possui a capacidade de restaurar um asgardiano morto à vida desde que o seu espírito não tenha cruzado o rio dos mortos, mas ela raramente usa tal dom.
Hela sempre usa sua capa mágica que aumenta sua força e mantém a sua aparência jovem e saudável, mas sem o adorno sua forma é revertida ao que realmente é: metade do seu corpo é saudável, enquanto o lado esquerdo é ressequido e cadavérico. 


Sem o manto Hela é muito fraca, mal consegue se mover e não é capaz de levitar ou usar seus dons místicos, mas é necessário dizer que Hela não precisa vestir o manto, basta tocá-lo para devolver-lhe o vigor.



Hela pode comandar todos os mortos que habitam em Hel e Niffleheim, mas não tem poder sobre os mortos em Valhalla.




Texto pesquisado por: Valdir Callegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos

Loading...